top of page

As soluções ambientais estão na natureza


O Dia Internacional da Biodiversidade comemora-se sempre no dia 22 de maio. Esta data visa alertar a população para a necessidade e importância da conservação da diversidade biológica. Todos os anos é eleito um tema para se comemorar essa data, que em 2020 é: "Nossas soluções estão na natureza".


As Soluções Baseadas na Natureza (Nature Solutions Business ou NbS) referem-se a uma gestão sustentável e o uso da natureza para enfrentar os desafios sócioambientais, que incluem temas como: mudança climática, transição energética, segurança da água, poluição da água, segurança alimentar, saúde humana e riscos de desastres naturais.


Mas quando falamos no mundo empresarial será que isso é realmente possível?


De acordo com o ranking Global 100 [1], elaborado pela revista canadense Corporate Knights. As três empresas mais sustentáveis do planeta estão na Escandinávia, seguidas por duas empresas americanas, e fazem parte dos setores de energia, alimentos e agentes químicos, refinaria de petróleo, equipamentos de comunicação, e software, respectivamente. Três empresas brasileiras compõem esse ranking: Banco do Brasil (9); CEMIG (19); e Natura Cosméticos (30).


A empresa líder neste ranking é a Ørsted. O que não imaginamos quando vemos essa lista é que há dez anos atrás, 85% da energia gerada pela companhia era obtida a partir de combustíveis fósseis e 15% de fontes renováveis. Também pudera, naquela época, a energia eólica era uma das formas mais caras de geração de eletricidade no mundo.


Ao longo dos últimos anos, a organização mudou de nome, passando de DONG (Danish Oil and Natural Gas), para Ørsted, em homenagem ao físico dinamarquês Hans Christian Ørsted, que descobriu o eletromagnetismo em 1820. A empresa centrou a sua estratégia na neutralidade de carbono, invertendo a proporção na geração de energia para 85/15 (85% de fontes renováveis e 15% de combustíveis fósseis). Hoje, a empresa trabalha com a meta de neutralizar totalmente suas emissões de carbono até 2025.


Os resultados dessas ações tomadas pela Ørsted são esclarecedores por si só. A empresa ingressou no mercado de ações por meio da segunda maior oferta pública inicial de 2016; o valor da empresa atingiu a marca de US $ 40 bilhões; tornaram-se os primeiros desenvolvedores europeus a trabalhar com energia eólica offshore em grande escala nos Estados Unidos, e também os primeiros desenvolvedors de energia eólica offshore estrangeiro a entrar em Taiwan.


Administrar a empresa apenas com fins lucrativos não faz sentido, mas administrá-la apenas para um propósito maior também não é sustentável a longo prazo.


“Doing good and doing well must go together.” (Henrik Poulsen CEO da Ørsted)


Portanto, o que podemos aprender com a empresa que achou na natureza, a solução para os seus negócios? Que a preocupação com problemas socioambientais não é uma perda de tempo ou uma atividade secundária, mas sim uma das prioridades de qualquer empresa, que certamente trará não só resultados economicos e produtivos, como também uma imagem e reputação sólida para o mercado e para a sociedade.


 

Referências:



Comments


bottom of page